domingo, 2 de fevereiro de 2014







Lua Adversa

Tenho fases, como a lua,
Fases de andar escondida,
Fases de vir para rua...
Perdição da minha vida! 
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
Tenho outras de ser sozinha.

Fases que vão e vêm,
No secreto calendário
Que um astrólogo arbitrário
Inventou para meu uso.

E roda a melancolia
Seu interminável fuso!

Não me encontro com ninguém
(tenho fases, como a lua...)
No dia de alguém ser meu
Não é dia de eu ser sua...
E, quando chega esse dia,
O outro desapareceu...
                              Cecília Meireles



23 comentários:

  1. Ola Cidinha!

    A Cecília sempre nos lavando a alma com belas poesias, Parabens pelo bom gosto na escolha!

    Linda noite!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Cecília Meireles
    Linda escolha. E você me faz reler as suas poesias.
    Adoro.

    Dias iluminados para você sempre.
    bjs.

    ResponderExcluir
  3. Adoro essa poesia,bem acertada!bjs, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Cecília, uma poeta de alto quilate!
    Quem não tem suas fases? Eu as tenho e muitas!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Lindo esse poema, Cidinha! Fazia muito tempo que não o lia. Foi ótimo reencontrá-lo aqui. Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Cidinha, lindo poema!
    A lua é mais do que mágica, gosto muito das suas fases, principalmente. Nós também temos fases como ela, é bem verdade!
    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  7. Olá Cidinha, e que tudo esteja bem!

    Cecília é sempre tão intensa, até mesmo quando expõe sua natureza feminina!
    E você sempre compartilhando ótimas escolhas, escritos e imagens, sempre!
    E eu grato venho cá novamente me encantar, obrigado por tuas gentis visitas e comentários, e também pela amizade que sempre expressa nas palavras por lá deixadas!
    Assim eu deixo cá meu desejo para que seja sempre tão deveras intenso e feliz este teu viver, um grande abraço e, até mais!

    ResponderExcluir
  8. Olá Cidinha,

    acho que não nos falamos desde à época de Natal.
    Os dias ficam curtos ,concordam?
    Mas eis que voltando, encontro este versejar de nítidos desencontros.

    Encontros ,desencontros!

    E isto traduzido em verso pela eterna Cecília Meireles.

    Então,saio daqui lhe comunicando que encontrei novamente seu excelente blog.

    Um abração

    ResponderExcluir
  9. Oi Cidinha querida, vim lhe desejar uma semana maravilhosa, beijos!!

    ResponderExcluir
  10. Assim somos nós nessas mudanças constantes e com tantos desencontros em nos mesmos.
    Eu amo esse poema e obrigada por partilhar.
    bjkas doces

    ResponderExcluir
  11. Quem não gosta da Cecília Meireles? Lindo é esse poema ao falar da nossa inconstância...
    Espero que você esteja bem, Cidinha.
    Bom domingo, muita paz!

    ResponderExcluir
  12. Uma escolha maravilhosa.
    Bom domingo
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  13. Olá Cidinha,
    Bela poesia, amiga! Cecília Meireles sempre nos encanta.
    Todos nós temos fases como a lua e, acredito, que ela exerça grande influência sobre nós, em nossas vidas.
    Desejo-te saúde e muita paz!
    Um grande beijo, amiga querida.

    ResponderExcluir
  14. Cecília... é Cecília; e que imagem incrível! Belo post, Cidinha; boa semana.

    ResponderExcluir
  15. OI CIDINHA!
    LINDA ESTA POESIA DA "CECILIA MEIRELES", ESCOLHESTE BEM.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá amiga Cidinha. Ser sempre a mesma coisa deve ser muito chato, né? Beijos.

    ResponderExcluir
  17. No silêncio deste dia venho pedir-te paz,
    sabedoria e força .
    Quero olhar hoje o mundo com olhos
    cheio de amor, ser paciente, compreensiva, mansa e prudente,
    ver além das aparências teus filhos como Tu mesmo os vês e,
    assim, não ver senão o bem em cada um.
    Que só de bênçãos se encha meu Espírito.
    Que eu seja bondosa e alegre a todos
    quantos se achegarem a mim .
    Reveste-me de Tua beleza, Senhor, e que,
    no decurso deste dia, eu Te revele a todos.
    desejo uma paz infinita para seu coração.
    Uma continuação de semana abençoado.
    Com muito carinho deixo aqui meu abraço.
    Na postagem deixei um mimo.
    E no caso de você aceitar
    tenha certeza ficarei feliz.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  18. Lindo poema de Cecília.Assim somos nós multifacetadas em muitas fases.
    Adorei.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  19. Queridos amigos, aos poucos estou voltando e matando a saudade de todos os blogs que gosto.
    Feliz por estar aqui...
    Adorei a postagem...

    Beijos

    Ani

    ResponderExcluir
  20. Minha querida Cidinha

    Mais uma sensível escolha, adoro a poesia de Cecília Meireles.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  21. Oi amiga, vim lhe desejar um ótimo final de semana, beijos e fica com Deus!!

    ResponderExcluir
  22. Grande Cecília! Como são variadas nossas fases! Bjs.

    ResponderExcluir

Pode comentar!